Resenha - Marley & Eu.

sexta-feira, setembro 30, 2011

Autor: John Grogan
Editora: Pocket Ouro
Nº de páginas: 368
Classificação:
Onde Comprar:  Livraria da folha, Submarino, Saraiva.
John e Jenny tinham acabado de se casar. Jenny queria testar seu talento materno antes de enveredar pelo caminho da gravidez. Ela temia não ter vindo com esse 'dom' no DNA, justamente porque matara uma planta, presente do marido, por excesso de cuidado - afogando-a. Então, eles decidiram ter um mascote. Vão a uma fazenda, escolhem Marley, ao tomar contato com uma ninhada, porque também ficam encantados com a doçura da mãe, Lily; depois têm uma rápida visão do pai, Sammy Boy, um cão rabugento, mal-encarado e bagunceiro. Rezam para que Marley tenha puxado à mãe, porém suas 'preces' não são atendidas. A vida daquela família nunca mais seria a mesma. Marley rapidamente cresceu e se tornou um gigantesco e atrapalhado labrador de 44 kg, um cão como nenhum outro. Ele arrebentava portas por medo de trovões, rompia paredes de compensado, babava nas visitas, apanhava roupas de varais vizinhos e comia praticamente tudo que via pela frente, incluindo tecidos de sofás e jóias. As escolas de adestramento não funcionaram - Marley foi expulso por ter ridicularizado a treinadora. Mas, acima de tudo, o coração de Marley era puro. Marley repartia o contentamento do casal em sua primeira gravidez e sua decepção quando sobreveio o aborto. Ele estava lá quando os bebês finalmente chegaram e quando os gritos de uma adolescente de dezessete anos cortaram a noite ao ser esfaqueada. Marley 'fechou' uma praia pública e conseguiu arranjar um papel num filme de longa-metragem, sempre conquistando corações ao mesmo tempo em que bagunçava a vida de todo mundo. Por todo esse tempo, ele continuou firme, um modelo de devoção, mesmo quando sua família estava quase enlouquecendo. Assim, eles aprenderam que o amor incondicional pode vir de várias maneiras.

Você reconhece esse cachorrinho lindo na capa? Este é o Marley, o motivo maior por eu estar resenhando este livro hoje. Me apaixonei perdidamente pelo filme e logo depois comecei a ler o livro, o único motivo por eu ter demorado tanto na leitura foi a versão e a qualidade do livro: pocket, folhas brancas, letras pequenas, os capí-tulos são enormes(ô, exagero). Mesmo demorando tanto para ler, eu gostei e foi para minha lista de favoritos deste ano, concerteza.

O livro é bem divertido no inicio, cheio de humor e nos faz dar várias risadas com a família, o Marley, o John e a Jenny. O que eu mais admirei é o fato de tudo ser contado em fatos reais, de que o livro nos conta a vida do autor John Grogan, que já trabalhou como repórter, chefe de redação e colunista do Philadelphia Inquirer. John criou uma história fantástica, um Best-seller que já ganhou vários prêmios como melhor livro, e que mereceu cada prêmio ganhado, pois eu virei fã do autor depois de admirar a sua capacidade de escrever um livro com a sua própria história, contando detalhes que acabam com todas as nossas dúvidas.

O melhor amigo do homem? Concerteza era ele. _ Estou com você - eu disse á moça. Mais o que eu queria dizer, o que eu deveria ter dito era que nós estávamos com ela: Marley e Eu.

A história é sobre Marley, um labrador muito brincalhão, que se ficar alguns momentos sozinho, acaba destruindo tudo. John e Jenny fazem o possível para treinar Marley bons modos, levam para treinamentos para cães, o que não dá certo e ele acaba se comportando pior do que qualquer outro cachorro e depois de tantas maneiras erradas, John decide treinar Marley por si próprio. Para eles, Marley é como se fosse um treinamento para que John e Jenny saibam o que esperam quando o primeiro bebê nascer, só que eles não imaginavam que o cachorro seria ainda pior. As aventuras do casal e do cachorro são muitas, os micos são muitos e fica ainda mais difícil manter o equilíbrio em casa quando se tem mais três bebês para cuidar.

O livro é bem engraçado, a maneira como a família encara as dificuldades e de uma hora para outra, a história divertida e empolgante dá uma reviravolta e tudo fica fica triste, não só para a família do livro, mais também para nós que estamos lendo. Marley adoece cada vez mais, e o John nos dá os mais detalhados fatos de como o Marley estava se sentindo tão doente... Eu recomendo muitíssimo para quem quiser ler, para quem já viu o filme, pois o filme é bem fiel ao livro, não muda nenhum detalhe, apenas diminui algumas partes desnecessárias. Enfim, recomendo para todo mundo, leiam!

A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo.

You Might Also Like

19 comentários

  1. Esse livro é simplesmente LINDO! *-*
    Também tenho a versão pocket e me arrependi muito por tê-la comprado, principalmente porque cerca de um mês depois tinha a versão original pelo mesmo preço --'
    Enfim, a história é linda, o livro é lindo, é super divertido, lembro de quando li (faz um ano eu acho) que eu ficava rindo sozinha, lembro de como eu me sentia quando o Marley ficava assustado e se machucava e eu ficava triste com isso, mas lembro principalmente do final, tão tocante, tão triste que é simplesmente impossível não chorar.
    Chorei com o livro, posteriormente chorei com o filme e chorei até quando vi o Labrador de um amigo da família, chorei ao contar a história pra minha mãe, e chorei horrores quando olhei pro meu cachorrinho, um poodle enérgico que de poodle só tem a aparência, e sempre que penso que meu baixinho está com quase 12 anos lembro do livro, lembro da parte triste da vida que nos leva quem amamos. De fato eu o amo, amo como se fosse meu filho, amo meu pequeno brincalhão e tenho medo de perdê-lo, como na história do livro.
    O livro me tocou demais, mesmo!

    Mas chega de ficar aqui divagando... não é?
    Gostei da resenha =) mas pra mim tem spoilers "demais"(sim, odeio spoilers e sou chatinha com isso, hehe)

    Ahhh, antes que eu esqueça, Lidi, te indiquei em um selinho =)
    http://animusbook.blogspot.com/2011/09/no-correio-7-selinho.html
    Você realmente é uma flor!

    Beijos querida
    Lehh, Animus Book

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Lidiane! Já li Marley e Eu e amei! Chorei litros com esse livro. Acabei até colocando o nome de Marley no meu cachorro. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lidiane!
    Ainda não li este livro, acredita? rsrs Pelo o que que pude perceber parece ser mesmo um livro imperdível. Espero ter a oportunidade de ler algum dia.
    Bom findi.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lidi!

    Eu ainda não li esse livro *_*
    mas vi o filme e amei, chorei feito criança no final. Ainda quero ler quando puder, porque só leio críticas positivas sobre ele.
    Ficou ótima sua resenha!

    B-jussss! ♥

    ResponderExcluir
  5. Esse livro realmente tocou as emoções de quem o leu e ele é muiiiiiito melhor que o filme =)

    bjinhos e juizo Lidi!!!

    ResponderExcluir
  6. Lehh, eu penso do mesmo jeito que você, só que o meu cachorro tem 3 anos, hahah' e ele é um poodle também, muuito lindinho e atentado, sempre quando lia o livro, olhava para meu poodle ou chamava ele para perto de mim, aliás aprendi muito com o livro, como a parte de não dar chocolate para os cachorros, kk o meu adora!

    Mais enfim, eu não achei teve muito spoiler não, falei um pouquinho do John e do Marley, bem semelhante com o que está publicado atrás do livro. Mais pode deixar que da próxima eu tento colocar menos detalhes. Obrigada pelo selo.

    ResponderExcluir
  7. Eu amo cachorros e tenho um cocker que é meu tesourooo, amooooooo demais ele. Só por isso eu tenho muita vontade de ler este livro e ver o filme...deve ser lindooo...amei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é um dos meus favoritos. Sou completamente apaixonada por cães e essa história é linda demais. Primeiro livro que conseguiu arrancar de verdade as minhas lágrimas... sauhsau.
    Meu cachorro é minha vida *-*
    Beeeijos

    Marina Oliveira
    http://distribuindosonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Não não, mas é que eu sou chata com resenhas, pq eu odeio qualquer minimo spoiler, por isso nunca leio resenhas de livros que tenho xD
    Não é que tenha muitos spoilers, mas tipo, 3 filhos, essa é uma parte gostosa de descobrir com o livro, de ver cada gravidez, os problemas que ela passou no inicio e tudo o mais. E da parte que o Marley adoece, eu ao menos não esperava que fosse acabar o livro daquela forma, claro, quando ele foi ficando velho começou a ficar óbvio. Mas são detalhes, é impossivel fazer uma resenha sem spoilers, não é? As vezes eu acho que pra quem não gosta de spoilers (eu) as minhas resenhas tem até demais, heheh =P

    Ahh nem me fala, o livro é um ensinamento, sem cuidei muito do meu pequeno, e mesmo amando ele muito, depois do livro meu sentimento por ele cresceu. Ainda mais agora que ele tá velhinho e dengoso, sempre pedindo carinho, sempre faceiro pra vir no colo, um amorzinho, e pensar que provavelmente ele viva só mais uns três anos... =/

    ResponderExcluir
  10. Marina, é verdade, tudo é lindo.. e foi o único livro que conseguiu me fazer chorar mesmo!

    Lehh, eu entendo.. mais é verdade, não tem como não sair esses detalhes, haha' acontece.

    ResponderExcluir
  11. Oi Lidi!

    Vc acredita que tenho esse livro na minha estante e ainda não li!! É que chorei tanto com o filme que ainda não tive coragem de pegá-lo pra ler.

    Beijos
    Luciana
    Não deixe de visitar o Blog - Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  12. Eu amei esse livro.
    Sou apaixonada por cachorros, então eu me apaixonei pelo Marley e ri e chorei com ele. Achei o livro divertido e emocionante.
    O filme eu gostei, mas não achei tão emocionante quanto o livro.
    Bjo

    ResponderExcluir
  13. eu achei o filme bem fiel ao livro, e gostei muuuito mesmo dos dois. =)

    ResponderExcluir
  14. tenho o livro, mas ainda não li...
    assisti o filme no cinema e só ouvia o povo fazendo snif snif...kkk (eu tbm né) é lindissimo, acredito que o livro seja bem melhor

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Ai, ai, tem como não gostar deste livro ou mesmo não se emocionar com ele? Acho que não! Lidi eu tenho que confessar que foi por causa de vc e seu cartaz do livro numa edição do o que vc está lendo (eu acho) que me deu uma vontade quase subhumana de lê-lo. Daí, pra eu pegar ele na biblioteca foi um pulo. Quando eu fui à biblioteca logo na semana seguinte, o livro estava lá (por sorte) e eu peguei. Não me arrependo de nenhum minuto que eu dediquei à esta leiturta. As páginas emocionantes, as lágrimas derramadas, as risadas sem propósitos, eu amei ter conhecido o Marley, mesmo através das páginas de um livro. Acho que até agora, foi o melhor livro que li este ano.
    Sua resenha ficou ótima. Bjus.

    ResponderExcluir
  16. Eu acho o livro mil vezes melhor que o filme, eu chorei muito com o livro e o filme me deixou frustada pelas partes trocadas e cortadas que nem consegui aproveitar. Mas cada um tem uma opinião, né?...rsrsrs....mesmo assim gostei da resenha flor....beijokas elis!!!!

    http://amagiareal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Nossa, não sei como ainda não li este livro. A uns anos já, uma amiga minha me indicou, disse que era ótimo. O livro foi um sucesso, depois veio o filme (que aí assisti) mas acredito que o livro seja melhor. Na primeira promoção que achar este livro vou comprar.
    um abraço
    Gisela - Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  18. Li e chorrei no filme e no livro recomendo tenho 1 cachorro chamado marley e espero que ele nao ...... leiam para voce saberem valem apena se nao tem na sua cidade procurem no avom foi la que eu comprei o meu nao se tem + bju

    ResponderExcluir
  19. Já li umas 3 vezes, porque sempre dava vontade de relembrar. Chorei lendo o livro. Lindo, um dos melhores desse gênero.

    ResponderExcluir

Receba atualizações por E-mail: